Tendência

dezembro 14, 2014

Uma punição medieval para um crime medieval

As estatísticas policiais mostram que mais de 50 mil estupros são registrados por ano na África do Sul. 
Especialistas dizem que o número real pode ser o quádruplo disso, já que a maioria dos estupros em que os agressores são pessoas conhecidas, ou em que a vítima é criança, não é denunciada.

A Dra. Sonnet Ehlers depois de atender uma vítima de estupro em seu plantão médico no sul da África teve a brilhante idéia de criar um dispositivo parecido com um absorvente interno feito de látex e com farpas afiadas que se grudam à pele do agressor, dando à vítima tempo para fugir, além de ajudar a identificar os culpados.

O “rapex” (assim como é chamado o produto) também reduz bastante a possibilidade da mulher ficar grávida ou pegar Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, já que funciona como uma camisinha feminina.

Apesar da notícia ser antiga e de na época a Dra. ter anunciado que seriam distribuídos por volta de 30.000 camisinhas para a população mais pobre da África do Sul, até hoje não temos mais notícias de que realmente isso aconteceu ou que o produto esteja à venda.

Imagine só como não deve ser a vida dessas mulheres que precisam já sair de casa se prevenindo contra estupradores!! É lamentável ainda vivermos numa era medieval.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar neste blog canino!

Traduzido Por: Mais Template - Designed: Blogger Templates - Curioso Curiosidades